Desde que rescindiu o contrato com o Olympiacos, da Grécia, Rafinha não escondeu a vontade de retornar ao Flamengo. Após algumas semanas de negociação, as partes estão acordadas e, segundo o atleta, a negociação está em 60%. No entanto, a eminente chegada do jogador evidencia o alto custo do elenco em uma temporada e, somente a lateral direita, poderá custar quase R$ 14 milhões em salários por ano.

Titular na posição, Mauricio Isla possui vencimentos que chamam atenção e, segundo o salário CLT, o atleta é o lateral-direito mais caro do futebol brasileiro. De acordo com informações do Jornal O Dia, o chileno recebe cerca de R$ 555.634,36 mensais, desta forma, o custo anual é de um pouco mais de R$ 7.233.246,68 (com o 13º).

Com a chegada de Rafinha os valores aumentam ainda mais. Isso porque, segundo O Dia, o salário será na casa dos R$ 650.000,00, ou seja, um custo anual de R$ 6.500.000,00, correspondente a nove meses de salário e o 13º sendo pago ao término do ano de 2021.

Desta forma, juntando o vencimento de Isla e Rafinha, a lateral direita do Flamengo custará R$ 13.733.246,68 até o fim da temporada. Cabe destacar que o Rubro-Negro e o jogador brasileiro negociam um contrato com vínculo curto, até dezembro de 2021, enquanto isso, o chileno possui um vínculo até o final de 2022.