A FPF formalizou ontem, o Protocolo de Operação de Jogo para Conclusão do Campeonato Paulista de 2020 junto ao Governo do Estado de São Paulo.

De acordo com o documento, toda a Operação está detalhada e bem definida seguindo o que foi estabelecido anteriormente entre FPF e os Clubes, quanto a proteção e preservação de todos envolvidos quanto à contaminação pelo Covid-19.

Todos serão identificados com prévio Credenciamento Setorizado, através de cores que definem os acessos por áreas onde cada um poderá transitar, sempre respeitando o distanciamento minimo.

Este Protocolo confirma as intenções e operações que foram tratados entre as 16 Equipes integrantes da Série A1 e muito provavelmente deverão ser também implantadas nas Séries A2 e A3 quando houver definição de datas de reinício.

A princípio a Série A1 terá reinício em 22 de Julho com término da primeira fase em 25 de Julho.

A fase seguinte que prevê em jogo único a definição dos quatro Semifinalistas acontecerá nos dias 27 e 28 de Julho.

As Semifinais nos dias 31 de Julho e 01 de Agosto e as Finais nos dias 03 e 06 de Agosto, finalizando assim o Paulistão antes da data de início dos Brasileiros Série A e B previsto pela CBF nos dias 08 e 09 de Agosto respectivamente. O que mostra uma perfeita sintonia entre FPF e CBF quanto as datas.

Agora tudo depende apenas da aprovação por parte do Governador do Estado, João Dória Jr., que na Segunda Feira (06),  em pronunciamento deixou claro que de Futebol e Regulamento entende muito pouco, porém com todo detalhamento feito deve acatar ou não o Planejamento da FPF para a retomada do Futoebol Paulista.

Neste Protocolo não cita nada com relação às Alterações do Regulamento, quanto as inscrições e utilização de Jogadores contratados de outras Equipes integrantes da mesma competição (inclusive alguns que já atuaram por estas Equipes) e hoje estão em outra, como também sobre Rebaixamento.

Tudo isso deve ser definido assim que seja homologado pelo Governador tal Protocolo junto a FPF e consequente retomada do Paulistão.

A partir daí Séries A2 e A3 também deverão ter suas situações tratadas pelos Clubes e FPF, já que até o momento nada foi divulgado a este respeito.

Agora nos resta esperar e ver qual a decisão o digníssimo Sr. Governador do Estado de São Paulo vai tomar. A expectativa é que tudo seja aprovado

Da Redação da K8 Rádio e Tv – Por Marcos Andrez